As dificuldades de entrar no mercado de trabalho

Pressão, amadurecimento, expectativas. Entenda o que está em jogo para conseguir alcançar os objetivos.

 

Nem sempre quem termina a faculdade encontra o emprego dos sonhos ou é valorizado conforme imaginou. Esse, na verdade, é um momento que pode  ser complicado na vida dos profissionais, pois a responsabilidade tende a ficar maior, assim como a cobrança. É um momento complicado porque o profissional se depara com condições externas diferentes das que imagina, muitas pessoas encontram dificuldades para trabalhar, pois ainda não possuem a vivência que muitas empresas desejam ou não encontram alguma atividade que atenda as expectativas financeiras e de desenvolvimento profissional. Essas são marcas da regulação do mercado de trabalho pela economia: a questão da remuneração, quantidade de vagas e competitividade. Além disso, atualmente é comum que seja cobrado também que o profissional tenha faculdade, pós-graduação, MBA, especializações, conhecimento de línguas variadas, entre outras tantas experiências, o que aumenta ainda mais a pressão sobre os recém-formados.

Muitas pessoas, durante esse período, podem até mesmo voltar a pensar na escolha do curso e seguir por outro caminho. Descobrem que podem ter mais de uma opção profissional e pensam em novas maneiras de alcançar seus sonhos. Ter em mente que a personalidade e identidade profissional estão em construção e que, por isso, escolhas são realizadas e atualizadas ao longo de toda a nossa vida, pode aliviar um pouco a cobrança por uma escolha “certa”. Mas é importante não encarar o período com tanta densidade, já que parte dos fatores limitantes não estão relacionados à sua capacidade profissional, mas ao contexto, como já dissemos anteriormente..

 

Culturalmente, o ingresso no mercado de trabalho marca a vida adulta. Geralmente a pessoa passa a ser vista como adulto, começa a ter que pagar as próprias contas, pode enfrentar preconceitos dentro e fora do trabalho, por exemplo, por ter escolhido alguma profissão distinta ou não muito comum. Outro fator que pode acontecer é encontrar um mercado muito diferente do que foi desenhado durante as aulas teóricas na faculdade. Logo é possível perceber que não dá para aprender tudo na universidade, pois o dia a dia é muito amplo e variado. É possível também que nas escolhas da pessoa ao longo do curso, ela acabe por priorizar mais a formação teórica do que a prática, então, quando é hora de ir para o mercado de trabalho, não há experiência suficiente para atender as expectativas de determinado processo seletivo ou da própria pessoa, que pode se ver insegura diante da realidade profissional que começa a enfrentar. Isso pode causar uma sensação de desorientação igual à vivida na época em que a pergunta era qual profissão iria seguir.

Não é à toa que esse período levanta muitas dúvidas. A pessoa pensa: “quero trabalhar”, mas não sabe como atingir esse objetivo dentro da própria área ou, às vezes, percebe que há outras carreiras que dão mais oportunidades e se perguntam se escolheram mesmo um bom caminho. Nessas horas, é preciso que a pessoa “pegue leve” consigo ou procure uma orientação profissional. É pelo aconselhamento profissional que o recém-formado pode encontrar respostas para algumas de suas dúvidas ou pensar em outras possibilidades para entrar no mercado de trabalho. Mas é importante citar que a orientação, apesar de ajudar quem está nesse dilema ou em vários outros e não consegue sair disso sozinho, não garante um emprego. Porém, a incerteza diária de pensar o que se quer para a vida pode, finalmente, começar a ganhar um cuidado focado e se transformar em novas e diversas possibilidades.

Enfim, deu para perceber que não é uma fase de poucas dúvidas e descontentamentos. Para quem se identifica com esses fatores, procurar uma orientação profissional pode ser um bom passo para entender mais o que está acontecendo e planejar quais são os possíveis caminhos para encontrar a sua satisfação pessoal. E lembre-se, acreditar que pode ser feliz no âmbito profissional é fundamental para sair de situações desconfortáveis ou que estão causando tristeza. É possível repensar uma nova vida com novos focos! :)

Receba conteúdo exclusivo

 

(11) 9 9961-2333

 

| Alphaville | Berrini | Granja Viana | Higienópolis | Pinheiros | Sumaré | Vila Madalena | Vila Olímpia

São Paulo - SP

 

Empresa registrada no CRP/SP: 06/5671/J